domingo, 15 de agosto de 2010

A blogosfera e a luta contra o oligopolio midiatico

A revista Epoca, das Organizacoes Globo, aderiu a campanha. A materia de capa dessa semana eh um panfleto anti-Dilma - leia aqui, mas cuidado pra nao vomitar sobre o teclado.

Alguem precisa ensinar aos jornalistas (acho uma ofensa chama-los assim) da revista como usar o Google. Outra sugestao seria eles fazerem uma coisa chamada "jornalismo". Eis uma ideia inovadora. Mas isso da trabalho. Bastava que dessem uma "googlada" e descobririam que ha um par de semanas apenas a IstoE publicou uma materia sobre o tema, entrevistando outras presas contemporaneas de Dilma (fazendo jornalismo): leia aqui.

Eu deixei o seguinte comentario no site da Epoca:

Isso nao eh jornalismo serio. Nao se trata aqui de ser contra ou a favor de determinado partido. Nao eh isso que esta em questao. Eh ate saudavel que os meios de comunicacao declarem sua preferencia. A The Economist, respeitadissima, eh totalmente transparente nesse sentido.O que choca, no caso da imprensa brasileira, eh a dissimulacao, eh o dois pesos e duas medidas... enfim, eh a premissa de que seus leitores, e os brasileiros em geral, sao burros. Esse partidarismo dissimulado das Organizacoes Globo eh uma vergonha e eh anti-jornalistico.Esse tema, que a Epoca levanta, so serve aos interesses eleitorais do PSDB. E mais nada. Nao acrescenta NADA ao debate publico. Eh um desservico aa democracia brasileira.O povo brasileiro demonstra indepencia intelectual, ao votar de acordo com sua consciencia e seus proprios interesses e nao com aquilo que os maiores (so em tamanho de venda e audiencia, porque sao anoes morais) meios de comunicacao do pais tentam enfiar goela abaixo.

O importante dessa historia eh colocar essa capa da Epoca em contexto. As Globos ja vem fazendo campanha ha algum tempo, e nao eh de hoje nem de ontem. Desde que nasceram. Mas ultimamente, isso ja nao passa impunemente. A campanha dos 45 anos da emissora, com o slogan igual ao de Serra (pode mais), nao durou um dia sequer e logo a empresa teve que se retratar. Nunca dantes na historia desse pais os Marinho se sentiram compelidos a prestarem explicacao ao publico. Sinal dos novos tempos desse novo Brasil.

Um leitor do blog do Nassif destrincha essa mudanca de comportamento das Globos, que eh um reflexo das mudancas do proprio pais:

"Lembro que essa já é a TERCEIRA vez que prestam esclarecimentos em menos de 45 dias pra dizer que "não são".

1º Na Globo News e no Fantástico, ao mesmo tempo, foi lida uma carta onde explicavam que não torciam contra a seleção.

2º No principal programa de esporte, o apresentador vem a público se retratar, explicando que a emissora não tem nenhum preconceito contra o povo do Paraguai.

3º Agora, divulgam nota pra dizer que o telejornal da Globo é imparcial e que o papel do jornalismo global não é levantar nem derrubar nenhum candidato, ou seja, afirmam que não possuem DNA golpista.

Mais do que uma bandeira sem precedentes, o que estamos assistindo é histórico no Brasil, um sinalizador inequívoco dos tempos em que vivemos. Eles não armam e nem mutretam mais nada "impunemente" no nosso país. Distorcem, mentem e manipulam de lá que a gente pressiona, pressiona e pressiona de cá e eles tem que vir a público pra esclarecer tudo."

contiue a ler o post aqui.

Mas essa turma do PiG eh tao alienada do mundo real - eles parecem acreditar nas bobagens que publicam -, que nem imaginavam o tiro no pe que estavam dando! Os comentarios no site da Epoca sao em sua maioria criticos aa revista! E viva a blogosfera! Ajudando o Brasil a se ver livre do oligopolio midiatico!

Um comentário:

Ana Jurema disse...

muito bom, gordinho.o artigo todo e o comentario pra revista tambem.
será que publicaram teu comentário na época??