segunda-feira, 27 de novembro de 2006

Um filme necessário

Eu vi ontem o Baixio das Bestas, no Festival de Brasília de Cinema Brasileiro. Ainda não defini se gostei ou não. É um filme forte, que impacta - diante do qual não se fica alheio. Houve inclusive quem saísse durante a exibição. É o tipo de filme que requer ser digerido, e ainda estou no processo. Mas é um filme necessário. O tema é importante. Me fez lembrar aquela frase de um russo, que diz que o grau de civilização de uma sociedade é medido por como se trata os seus presos. Outra maneira de medir seria observar a maneira como os seus integrantes se relacionam com o sexo - o personagem de Caio Blat é um exemplo disso, ou o do avô da menina. Seria algo tipo: "diga-me como trepas, que te direi quem és" coletivo. Do ponto de vista técnico, é um filme absolutamente bom. E a Zona da Mata canavieira é muito fotogênica, fica linda na telona do cinema - eu passava várias férias nessa região e sempre achei essa paisagem bucólica e século 19 encantadora.

4 comentários:

Jorge disse...

berna, foi eu sim que escrevi o texto lá, pq? ta muito ruim eh?

Quando esse filme entra em cartaz? vc sabe?

d i o g o disse...

Tenho ouvido falar muito deste filme. O comentário tem sido exatamente igual ao seu: ainda não sabe se gostou ou não.

Acho legal a gente ter tido esse ano filmes nacionais de temáticas variadas, com atores mais underground e atores reconhecidos, diretores de regiões diversas... isso é muito rico! Será que é uma das consequências das políticas culturais do audiovisual deste governo?

Nine disse...

e ganhou uma penca de prêmios.

Anônimo disse...

Estou curioso.