segunda-feira, 8 de maio de 2006

Uma crise forjada - a notícia é outra

Eu não ia escrever aqui até depois das provas. Mas não consigo ficar calado - estou impressionado com a maneira como a grande imprensa está repercutindo a entrevista do ex-secretário-geral do PT, Sílvio Pereira. Fica parecendo que as pessoas não leram a entrevista. Deram destaque ao fato de que Marcos Valério tinha como objetivo arrecadar R$ 1 bi e que o presidente Lula fazia parte da cúpula do PT. O primeiro ponto diz respeito a algo que teoricamente iria ser feito, mas não foi. O segundo, é a constatação do óbvio. É o império da não-notícia.

Outros pontos muito mais substanciais da entrevista simplesmente têm passado batido. Acho natural que a oposição tente propagar uma versão que lhe seja favorável - está apenas cumprindo seu papel. Mas à imprensa caberia destrinchar a entrevista e identificar o que é mais significativo, e não jogar o jogo da oposição, que, com água na boca, já volta a falar em "impeachment", único meio de que dispõem para tomar a Presidência do PT. A sanha da oposição e a parcialidade da imprensa ficam claras na maneira sensacionalista e desinformativa como essa entrevista tem sido repercutida, e explicam o fato de que, um ano após a "a maior crise política do país" (como querem nos fazer crer), não se tenha aprovado no Congresso Nacional uma reforma político-eleitoral que sane as falhas sistêmicas que tornaram possível os problemas de que tomamos conhecimento.

Ao repercutir a entrevista de forma truncada e tendenciosa, a Imprensa ajuda a oposição na sua tentativa de forjar uma crise artificial, porque fundada em dados falsos ou deturpados, para que atinjam seus objetivos eleitorais ou golpistas. Este, sim, é o verdadeiro escândalo.

Por que a Imprensa não dá ênfase a outras questões mais relevantes levantadas na entrevista? Não sei. Mas, para que a crítica seja construtiva, seguem algumas sugestões de pontos que deveriam ter mais destaque.

- Afirma-se que Marcos Valério planejava arrecadar R$ 1bi, por meio de esquema no Banco Central, de onde é ex-funcionário. O esquema furou, deixando o PT refém (termos do Silvio) de MV, pois precisava pagar as dívidas (irresponsavelmente contraídas).Ou seja, MV não alcançou seus objetivos porque o BC agiu de forma correta. Como o presidente da Controladoria Geral da União, Jorge Rachid, disse em entrevista à imprensa, isso aí não é novidade. Sempre se fez esse tipo de corrupção por meio de licitações viciadas. A verdadeira notícia, por trás da pseudo-notícia, é que agora essas coisas estão vindo à tona, sendo apuradas, investigadas, divulgadas. As instituições estão funcionando, e a CGU, o Ministério Público e a Polícia Federal estão investigando e a imprensa, divulgando.

- MV agiu sozinho, por conta própria, para enriquecimento próprio, e não para "pagar mensalão".

- "não há santo nessa história toda, nem na direção do PT, que pagou o pato todo", diz Pereira, na entrevista.

-"MV se tornou tão grande que o próprio tesoureiro, Delúbio Soares, perdeu o controle da situação". "MV estabeleceu canais próprios com petistas e não-petistas. Tem muita gente, muitos partidos (estão envolvidos). Só que tudo caiu na nossa conta". "Ele só sabia de três ou quatro deputados do PT. O resto, que recebeu no Banco Rural, não era esquema do Delúbio. Tudo que foi sacado não tinha a ver com o Delúbio. Quem mais sacou? Há muita hipocrisa".

- Quando estorou o escândalo, MV disse à cúpula do partido que tinha três opções: entregar todo mundo, e derrubar a República (porque envolveria gente graúda de TODOS os partidos), ficar quieto e acabar como PC, ou o meio-termo". Ele optou pela última.

- Pereira diz, ainda, que o MV não tinha acesso ao Planalto. E exime o Presidente Lula de responsabilidade sobre os fatos. Uma vez que MV agia autonomamente.

- "Quando o PMDB veio, em abril, e já estava tudo ocupado no governo, fiquei com o abacaxi. E muitos da base aliada de fato não entraram por questão ética, os ministros do PT são sérios. Não me conformo de o PT pagar todo o pato". "Se investigassem a fundo realmente, veriam isso. E o Governo nada fez de errado. Mas não há interesse porque quase todo mundo está envolvido. Foi uma grande mística (a distribuição dos cargos). De 7.900 pessoas que se inscreveram no sistema que eu montei para toda a base aliada, com cargos e perfis técnicos, ficaram mais de 90% de fora".

- "A verdade do PT não tem como ser digerida pela mídia. Como Delúbio consegue, com assinatura dele mesmo, R$ 50 milhões? (...) Ele não é corrupto. Não é. Quem decidia tudo isso? (...) Atrás do Marco Valério deve haver cem Marcos Valérios. É um mecanismo, e que agora continua no país". Somente o Observatório da Imprensa deu ênfase a esse aspecto, até aqui totalmente negligenciado, mas crucial. Afinal, a corrupção não é possível apenas com agentes públicos. Mas pela cobertura da crise, parece que até que foi o caso. A corrupção só acontece porque existem (muitos) agentes da iniciativa privada envolvidos. A entrevista lança luz sobre este fato. A Imprensa, fora os meios alternativos, convenientemente trata esse aspecto de forma, digamos, discreta. Talvez não queira melindrar seus patrocinadores.

* * * *

Ao fim da matéria, a repórter d'O Globo descreve a situação financeira de Sílvio Pereira, considerado um dos "corruptos" envolvidos na "quadrilha" dos 40... Cada um que tire suas conclusões.

"No ano passado, foi revelado o caso que ele chama de seu único “grande erro”, o Land Rover que ganhou de presente e devolveu depois de descoberto.

Desde 1994, tem um apartamento de dois quartos no bairro Bela Vista, de classe média, que vale cerca de R$200 mil, uma casa em Ilhabela, de R$400 mil, um carro e dois terrenos. As declarações de imposto de renda mostradas por ele à repórter não revelam evolução patrimonial. Sonha agora em montar um restaurante e uma pousada em Ilhabela, mas acha que não terá freguesia enquanto o escândalo não for esquecido. Segundo ele, tem vivido de uma pequena poupança, e da ajuda dos irmãos:

- Tenho cortado gastos. "

9 comentários:

Leonardo ¹³ P. disse...

Oi, sou o Leonardo do que postou no seu tópico da comunidade do Lula.

Vim dizer parabéns em razão de suas sugestões.

Abraços

comentário lido no orkut disse...

"Na entrevista de Silvio Pereira, ex-secretário do PT, para um jornal, verifica-se que a manchete não tem nada a ver com o conteúdo. Vejamos: “plano era faturar R$ 1 bi”. O plano era do Marcos Valério, um corrupto tradicional do sistema e não do PT. “Quem mandava era Lula, Genoino, Mercadante e Dirceu”. Quem mandava no partido, pois são dirigentes, e não na corrupção. Há uma maldade nesta ilação. Silvio, ao contrário, defendeu todos os petistas. Não acusou ninguém. Disse apenas que se fossem ampliadas [as investigacões], as denúncias envolveriam todos os partidos e cairia a República. O que o PT não concordou e assumiu parte das denúncias. O que houve de grave foi a perda de controle sobre Marcos Valério. Um corrupto inteligente.

Felizmente, mais um eloqüente testemunho de que Lula é totalmente inocente em relação ao Valerioduto. A única preocupação do presidente é com o País, com o povo, principalmente com os mais pobres, que hoje cada vez mais se integram ao processo produtivo, com o aumento de sua renda."

Rogerio Campos disse...

UE BERNA! O q vc acha q ele, como alto funcionario do PT ia fazer/dizer? Botar a culpa no PT? Mas eh claro q ele tenta livrar o PT!! O cara diz q o Delubio era um SANTO... A culpa eh toda do careca ne! O MV eh um demonio, um carrasco a agia sozinho!

PELO AMOR DE DEUS, JUREMA, VC NAO EH TAO INGENUO!!!

E po, vc bota como atestado de ideneidade do Silvinho-Land-Rover a declaracao de bens dele?????? O q vc queria? Q ele botasse o caixa dois, as propinas, o por fora dele, no imposto de renda? Q piada! A Land Rover era dele. E ela constava do IR dele por acaso???

Eu já te disse que o pior cego...

ABS!

Bernardo disse...

brigado rogêr. agora ficou claro a "lógica" da imprensa opositora (ou da oposicao impressa!) - silvio pereira fala a verdade quando convém à versão oficiosa (falaciosa) propagada pela imprensa-porta-voz da oposicao conservadora. Quando não é de acordo com a versão se ignora, ou entao se manipula para que os fatos se adequem à versão que se quer passar. Ah, tá. Agora entendi tudo!

Rogerio disse...

Berna,

Depois do depoimento RIDICULO dele, vc ainda vai querer discutir esse assunto? Q coisa deploravel... O cara se auto-intitulou um esquecido, um debilitado... Impressionante a memoria seletiva dele! So lembra do que o interessa!

E a declaração de que ele nao pode afirmar nada do que foi publicado porque nao leu a matéria?????

Como o seu amigo Arnaldo Jabor disse: Essa corja perdeu o medo de mentir! Mentem descaradamente pro Brasil inteiro, com garantias de impunidade! Assistir a trechos desse depoimento pra mim foi pior que tomar um tapa na cara.

O Silvinho Land Rover deu um tapa na cara de cada um de nós...

Bernardo disse...

na minha mesmo não...

a memória dele é seletiva... assim como o critério noticioso da nossa imprensa!

Jorge disse...

O cômico é que quando o Silvio Peireira falou o que interessava para oposição, ele foi chamadopara depor, aplaudido, ovacionado, quando ele vai para CPI e não diz coisa com coisa, aí ele, subitamente, foi instruído ou tava defendendo os patroes "como um alto funcionário do PT". O fato é que para impressa e para os anti-lula e anti-PT pouco importa o que é verdade, o que interessa é dizer o que eles querem ouvir, é reificar campanha anti-PT, anti-governo. Aliás, eu gostaria de saber do senhor Rogério Jabor Mainardi, quem é essa corja que não tem medo de mentir? apenas o PT , como deixou claro porta voz de VEJA na Globo? muito lamentável esse tipo de postura, porque se pretende racional,mas é mais passional e afetada do que qualquer arroubo esquerdista do passado.

Anônimo disse...

Your site is on top of my favourites - Great work I like it.
»

Anônimo disse...

Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
»